Arquivo da categoria: Cinema

Jennifer Lawrence em Cannes

Jennifer Lawrence tava linda, loira e sorridente em Cannes durante esse fim de semana divulgando ‘Em Chamas’, segundo filme da saga Jogos Vorazes.

jenni1Uma coisa me chamou atenção é que todos os looks tinha esse corte meio peplum, cada um à sua maneira, os três estavam bonitos. No primeiro, os babados, que não são exatamente peplum são feitos de crochê. Na segunda e terceira  foto o corte triangular lateral é praticamente igual!

jenni2

Também deu pra notar que a JLaw deu uma secada. Sempre admirei o fato dela fugir dos padrões hollywoodyianos. Abaixo podemos ver as makes escolhidas, uma mais simples, um chumbo com prata discreto e a outra com olhos marcados e um batom cereja bem fofo. Outra coisa que observei foi como o cabelo ficou com um tom bem diferente só por estar jogado pro lado oposto.

jennimakes

Anúncios

Melhores looks do Bafta 2013

O prêmio mais importante do cinema britânico e uma prévia do Oscar, esse é o Bafta, que prêmiou os melhores do ano no dia 10 de fevereiro em Londres. Fiquei um pouquinho ausente do blog, por motivos carnavalescos, mas não poderia deixar de lado a votação dessa importante premiação. Escolham lá em baixo seu look favorito.

bafta

Filme para o Final de Semana: Pronta para Amar

Sou fã da Kate Hudson. Desde que a vi em ‘Quase Famosos’, um filme muito bom por sinal, gostei da loirinha Penny Lane. Então, procuro acompanhar sua carreira cinematográfica, confesso que ela cometeu alguns erros nas escolhas de roteiro, mas, não é o caso de ‘Pronta Para Amar‘.

Esse filme não é uma comédia romântica muito engenhosa e muito menos um drama super original, mas nos ganha por alguns quesitos que estão virando peça rara nos filmes atuais: sutileza, simplicidade e elegância.

Quantas filmes retratam a história de pacientes terminais? Sim, vocês devem ter pensado em pelo menos uns dois… E essa é a premissa de ‘Pronta Para Amar’. Marley (Kate Hudson) é uma mulher bem sucedida, independente e alegre. Mas…para ela a ideia de apaixonar-se e viver feliz para sempre é uma grande mentira. Tudo muda quando ela é surpreendida por uma grave doença e por seu charmoso e tímido médico Julien (Geal Garcia Bernal). Contando com uma ajudinha de Deus (Whoopy Goldberg), ela tem a chance de fazer certo e finalmente estar pronta para amar.

Com a morte eminente Marley quer experimentar o amor antes de partir e começa a avaliar o modo como ela tem vivido. A relação com a mãe, com os amigos e com seu novo namorado, mostram que na verdade Marley tem medo de não ser o suficientemente boa para as pessoas. Apesar de um tema que consideramos pesado, o filme não é assim. Grande parte porque a interpretações dos atores ajuda bastante. Kate e Gael tão arrasando!

O mais legal é enquanto o filme vai passando a personagem de Kate vai aceitado sua condição e ela mesmo vai ajudando seus amados a superar sua perda. Um filme muito tocante, daqueles ” de mulherzinha” mesmo. Chorei horrores e pra mim a mensagem que passou é que não devemos ter medo de viver porque a morte tá aqui rodando a gente. Pode parecer estranho, ams muita gente tem sim medo de viver!

Ótimo filme! Curtam e  me digam o que acharam!

Primeiro trailer de ‘Cidade dos Ossos’ e ‘A Hospedeira’

Dois dos filmes que estou doida pra ver ano que vem ganharam seus primeiros trailers essa semana. Os dois são baseados em best sellers. A Hospedeira, de Stephenie Meyer, a escritora de Crepúsculo e , Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos, da Cassandra Clare. Já li ambos os livros e acho legal ver as adaptações. Os trailers estão em inglês!

Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos

A história do primeiro livro mostra a adolescente Clary Fray (Lily Collins), uma garota normal até o dia em que descobre ser descendente de uma linhagem de Caçadores das Sombras, sociedade secreta dedicada a expulsar demônios do nosso mundo. Quando sua mãe desaparece, Clary precisa se juntar a um grupo de jovens Caçadores em uma aventura, na qual encontrará fadas, bruxos excêntricos, gangues de lobisomens e outras criaturas.

A Hospedeira

A Terra foi invadida por uma raça alienígena de parasitas benevolentes que se chamam “Almas”.  Uma dessas almas, Peregrina, se funde a uma humana em estado terminal, Melanie Stryder (Ronan), para encontrar o último bolsão de resistência de terráqueos sobreviventes do planeta. A Buscadora vigia a fusão para se certificar de que a caçada pelo bolsão não dará errado. Acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina (que também será interpretada por Ronan) improváveis aliadas e elas partem em uma busca incerta e perigosa pelo homem amado pelas duas.

O elenco principal e Stephenie Meyer na premiere de Amanhecer – Parte II em Los Angeles.

E aí? Acham que os órfãos de Crepúsculo vão adotar os filmes? Afinal, Cidade dos Ossos tem Jammie Campbell Bower no elenco e A Hospedeira é da Stephenie, né? Acham que Saoirse RonanMax Irons e Jake Abel estão prontos para serem super estrelas?

Filme para o final de Semana: Juntos pelo acaso

Comédia romântica é o que não falta, mas, comédia romântica com lições que vão além de encontrar o verdadeiro amor não é tão fácil assim de encontrar. Juntos pelo Acaso é um filme daqueles gostosos pra você assistir debaixo do edredom com um baldão de pipoca. Ok, não tá tão frio, mas, vocês entenderam o que quis dizer.

Tudo o que está escrito no pôster aí é verdade. Confesso que comecei a ver o filme com desconfiança, afinal, tinha acabado de ver um filme com a Katherine que me decepcionou. Sorte minha que sempre coloco meus preconceitos de lado e dou uma chance pra me provarem que estou errada. AINDA BEM.

Holly é uma mulher trabalhadora e séria que tem um encontro marcado com Messer é aquele cara que nunca cresceu. Acontece que eles são tão diferentes que o encontra só chega ao carro até eles brigarem e desistirem. Mas, os dois são os melhores amigos de um casal e acabam tendo que se aturar por causa disso. Até o dia em que esse casal morre deixando a filha deles aos cuidados de quem??? Isso mesmo, Holly e Messer.

Os dois, que não se suportam, terão que dividir o mesmo teto e o mais importante: cuidar de uma criança.  Temos muitas cenas engraçadas e claro, como um bom blockbuster, não poderia faltar romance. Mas, creio que a principal mensagem do filme é de que mesmo que a vida nos proporcione algo que não é fácil e que pode mudar totalmente a nossa rotina, não significa que não podemos ser felizes. E mesmo que tenhamos que abrir mão de alguns planos e sonhos, isso pode não ser uma coisa totalmente ruim. É como o ditado diz, uma porta é fechada e a janela é aberta.

É claro que é um clichê e é claro que sabemos o final. Mas, vale á pena. As fórmulas para as comédias românticas estão bem batidas e é bom ver um filme que consegue ultrapassar essa barreira e nos manter grudadinho na tela. Fofo demais. A bebê Sophie é linda e os dois deram certos juntos.

Ótima dica pra passar o tempo e ser feliz!

Premiere de “Espelho, espelho meu”

Prontos para ver a Branca de Neve nas telonas? Se tiver que bom, porque esse ano estreiam dois filmes de umas das princesas mais famosas dos contos de fadas. Nessa versão, quem dá vida a Branca de Neve é Lily Collins e a rainha má é vivida pela Julia Roberts.

Julia Roberts, fugiu dos tradicionais vestidos e foi de terno e blusa pink. Tá linda, mas essa bainha podia subir um pouquinho.

Na make Julia também não ousou e escolheu um look bem natural. Achei o look inteiro bonito, mas faltou um pouco de glamour né, gente?

Já disse em outros posts que não gosto desse comprimento de vestido, mas, esse da Lily tá tão lindo que nem me incomodou tanto. O vestido “de princesa” é Dolce & Gabbana. Senti falta de acessórios. Um colar bonito, alguma coisa no cabelo ou até mesmo um brinco que chamasse mais atenção ficaria lindo….

Depois da premiere, todos foram para o after party e Lily ganhou um bolo lindo de aniversário juntando as duas ocasiões.